Cajeput – Óleo Essencial

Cajeput – Óleo Essencial

Melaleuca leucadendron

Por vezes também chamada “Árvore do Chá Branca” (White Tea Tree), o cajeput é uma árvore originária das planícies costeiras da Malásia. Pode chegar aos 30 metros de altura e tem uma casca esponjosa e esbranquiçada com um tronco curvado.

É conhecida na Índia antiga como Kayaputi, sendo não só utilizada como ingrediente para cosméticos e perfumes como também, pelas suas propriedades anti-sépticas, como um remédio tradicional para o estômago, reumatismo e cólera. É ainda usada como inseticida.

O Óleo Essencial de Cajeput é extraído a partir das folhas frescas e rebentos por destilação a vapor.

É um óleo “obrigatório” para ter à mão na temporada de gripes e constipações, especialmente para utilização em difusor.
Quando bem diluído, pode ser usado topicamente, tendo o cuidado de verificar se causa irritação da pele.

 Características do óleo:
 De cor clara, com um tom amarelado e consistencia aquosa. Aroma fresco e canforado, com uma nota frutada.
O aroma deste óleo essencial assemelha-se a uma combinação de cânfora, alecrim, e cardamomo. Nota aromática: Média
Precauções:
O óleo de cajeput é considerado não-tóxico e não-sensibilizante. Ainda assim, pode irritar a pele quando utilizado em concentrações elevadas e também pode facilmente irritar as membranas mucosas. Não deve ser usado por crianças e grávidas. Não ingerir!
Propriedades terapêuticas:
 É analgésico, anti-nevrálgico, anti-séptico, anti-espasmódico, descongestionante, expectorante, insecticida, febrífugo, carminativo, estimulante, sudorífico, vermífugo e tónico.
Usos: 
O Óleo de Cajeput, ao promover a transpiração, arrefece o corpo e ajuda a combater infecções como a constipação, laringite e bronquite. Também é útil para combater a asma, sinusite e dor de garganta.
Acalma o sistema digestivo, alivia cólicas, enterite, disenteria e vómitos, espasmos, artrite, dores reumáticas e musculares.
Ajuda em problemas de pele, como a acne e a psoríase, sendo também usado para evitar as picadas de insetos como piolhos e pulgas.
Alivia os sintomas da bronquite e laringite, dor de cabeça, dor de ouvidos, dor de dentes, gota e reumatismo.
É excelente para usar em peles oleosas!
É um dos principais ingredientes de um popular bálsamo para as dores, chamado Tiger Balm (Bálsamo do Tigre)!

Formas de utilização/benefícios:

 – Sabão:
É usado em sabão para manter a frescura.
O aroma do óleo essencial de cajeput é agradável por si só ou combinado com outros.
Pode ajudar a fazer um sabão insecticida, mas com um aroma bem mais agradável!…
Proporciona um sabão que tem propriedades anti-sépticas e um efeito calmante sobre a pele – ideal para sabões de barbear.
– Queimadores e vaporizadores:
Usado em aromaterapia, o óleo de Cajeput é útil para problemas no tracto respiratório, infecções e para aliviar a dor.
Clarifica a mente e dissipa a sensação de letargia.
– Misturado com óleo de massagem:
Ajuda no alívio da dor em geral e é útil em casos de gota, reumatismo e artrite. As suas propriedades antiespasmódicas tornam-no útil para auxiliar no tratamento de cólicas menstruais, menstruações atrasadas e dismenorreia espasmódica.
– Misturado no banho:
No banho, oóleo de cajeput pode ajudar a reduzir febres, exercendo um efeito de arrefecimento – mas deve tomar-se cuidado para não irritar as membranas mucosas.
– Loções e cremes: 
Como ingrediente de um creme ou loção ele pode ser útil para ajudar a resolver condições persistentes e crónicas, tais como acne e psoríase..
O Óleo de Cajeput combina bem com: bergamota, cravinho, eucalipto, gerânio, hortelã-pimenta, lavanda e tomilho, entre muitos outros.
Gostou deste artigo?Partilhe-o com os seus amigos e faça like na nossa pagina!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta