Canela (folha) – Óleo Essencial

Canela (folha) – Óleo Essencial

Cinnamomum Zeylanicum 

O óleo essencial de canela é extraído da Cinnamomum zeylanicum (também conhecida como C. verum e Laurus cinnamomum) da família Lauraceae.

As folhas e galhos, ou a casca interna seca, são submetidos a destilação a vapor. As folhas têm um rendimento de 1,6-1,8% e a casca de 0,5 – 1,00% de óleo.

O óleo essencial que comercializamos é extraído a partir das folhas, que produzem um óleo mais delicado. O óleo obtido a partir da casca não deve ser utilizado em aromaterapia ou produtos cosméticos, uma vez que é considerado uma toxina dérmica, é irritante e sensibilizador.

Este óleo essencial é de grande valor na aromaterapia: combate a exaustão e o sentimento de depressão e fraqueza.

Tem potentes propriedades anti-reumáticas e é útil para o sistema digestivo, ao mesmo tempo que ajuda a tratar constipações e gripes.

Características do óleo:

O óleo da folha de canela tem um aroma suavemente almiscarado e quente, misturado com o típico aroma a especiarias, fazendo lembrar o cravinho. A cor do óleo varia de amarelo a castanho pálido. A viscosidade é média a aguada.

Propriedades terapêuticas:

É  analgésico, anti-séptico, antibiótico, antiespasmódico, afrodisíaco, adstringente, carminativo, emenagogo, insecticida, estimulante, tónico e vermífugo.

Precauções:

O óleo de canela, que é extraído da folha, é considerado não-tóxico. No entanto, deve ter-se cuidado ao usar este óleo, uma vez que o cinamaldeído (composto orgânico responsável pelo sabor e odor da canela) e o eugenol (composto aromático também presente no cravo da Índia e considerado anti-séptico) contidos no óleo podem causar irritação, especialmente nas membranas mucosas. Não deve ser usado durante a gravidez.

Usos:

O óleo de canela é analgésico, antisséptico, antibiótico, antiespasmódico, afrodisíaco, adstringente, carminativo, emenagogo, inseticida, estimulante, tónico e vermífugo.

Formas de utilização/benefícios:

– Sabão:

Quem gosta do aroma quente e sensual característico da canela tem neste óleo um aliado que, para além de funcionar muito bem isoladamente, quando misturado com outros óleos essenciais, vê as suas propriedades aromáticas reforçadas! Acelera significativamente o traço.

– Queimadores e vaporizadores:

Na terapia de vapor, o óleo de de canela pode ser utilizado para bronquites agudas e resfriados, bem como para ajudar a aliviar casos de depressão e sensação de fraqueza.

– Misturado com óleo de massagem ou no banho:

Ajuda em casos de bronquite, diarreia, calafrios, infecções, gripes, reumatismo e artrite. Devido às suas propriedades anti-sépticas muito poderosas, é bom para lutar contra todas as doenças infecciosas. É, além disso, de grande valor para acalmar os espasmos do trato digestivo, náuseas e vómitos. Estimula a secreção dos sucos digestivos, alivia dores musculares e articulares associadas com reumatismo e artrite. Devem, contudo, ser tomadas precauções para não irritar a pele e membranas mucosas (ver precauções).

– Loções e cremes:

Como componente de um creme ou loção, o óleo essencial de folha de canela tem os efeitos descritos acima. No entanto deve ter-se ainda mais cuidado na sua utilização uma vez que são produtos que permanecem na pele (ver precauções). Nestes casos deve usar-se bastante diluído.

O óleo essencial de folha de canela combina bem com:

benjoim, cravo, coentro, cardamomo, incenso, gengibre, toranja, lavanda, alecrim e tomilho..

Gostou deste artigo?Partilhe-o com os seus amigos e faça like na nossa pagina!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta