O que fazem as pessoas inteligentes quando não são aceites…

Seria estupendo  estar rodeado de pessoas suficientemente  tolerantes e humildes  que conseguissem reconhecer a superioridade intelectual de quem a tem.  Mas a realidade é bem distinta.  Se há uma característica comum que define os medíocres é sua habilidade em difamar  e humilhar  quando se sentem superados como se tentasse evitar uma espécie de ameaça. Como se assim evitassem em espécie de ameaça, como se humilhar as pessoas inteligentes  os fizesse mais  espertos.mulher

Por outro lado sejamos sinceros ser inteligente num ambiente medíocre é uma desgraça como outra qualquer.  Mas se realmente fores tão inteligente com crês não terás de mostrar que estás acima de ninguém e além do mais a tua atitude perante esta situação diz muito acerca de ti.  Mas além do politicamente correto sobreviver à mediocridade passa por aceitar se a si mesmo e compreender que não é necessário provar nada a ninguém para sê-lo. Nem tão pouco é uma questão de fazer se  medíocre para se ser aceite pela maioria,  ainda que em algumas ocasiões possa ser uma forma eficaz de passar despercebido e não sofrer a ira de quem se sente ameaçado por ti.  De facto se fores realmente uma pessoa inteligente inclusive poderás ter algum proveito das circunstâncias sem ofender ninguém  nem fazer ninguém sentir-se ofendido.

Os inteligentes sabem aceitar que não vão agradar a toda a gente.

Nenhuma pessoa tem a formula para agradar a toda a gente.  Ser inteligente não te transforma em pessoa agradável nem em pessoa imprescindível e muito menos numa boa pessoa.  As pessoas inteligentes não caem no erro de pensar que ser mais esperto as converte em melhores pessoas ou em alguém que os outros desejam conhecer.

As tuas ideias tuas aspirações ou sonhos teu conhecimento ou teus valores podem ofender muita gente.  Isso converte-te numa pessoa mais competitiva e pode fazer que seja evidente a inferioridade dos outros,  mas não é por isso que tens necessariamente de mudar.

As pessoas inteligentes reconhecem e aceitam que não vão gostar de toda a gente e em consequência não se deixam ofender nem tentam defender-se perante quem não os compreende.  Além do mais assumem que este tipo de pessoas que não gostam deles, não são má gente, simplesmente acham que são diferentes e as aceitam.

 

Os inteligentes ignoram ou afastam as pessoas que não são do seu agrado.

Aceitar que há pessoas das quais não gostas, não implica ter que as integrar no teu mundo. As pessoas inteligentes sabem diferenciar as pessoas que não as aceitam e decidem com quem se relacionam. Ser inteligente não implica aguentar tudo que te fazem.

Mas como se costuma dizer que “O cortês não vence o valente!” por isso as pessoas inteligentes tratam com simpatia todas as pessoas, independentemente dos seus sentimentos, antes que essas pessoas, os degradáveis e ofensivos possam chegar a sê-lo. Deste modo é mais fácil evitar futuros conflitos.

Às vezes este tratamento simpático pode implicar engolir-se se algum sapo, inclusive aparentar  fazer se passar por “tótó”.  No fundo esta forma de ser é muito inteligente pois pode impedir situações desagradáveis que não levam a nenhum lado.  Pode inclusive ser um autêntico desafio intelectual e de controlo emocional.

Os inteligentes centram-se em si mesmos.

Para esconder a própria incompetência ou tentar parecer mais inteligente do que se é na realidade, algumas pessoas gastam as suas energias a criticar e a humilhar quem se destaca ou que demonstrou ser mais inteligente.  Isto é muito frustrante.  Mas é próprio de pessoas inteligentes aprender a lidar com a frustração que este tipo de atitude gera.

Para ele em vez de se centrar se no quão irritantes são, e defender se das ofensas públicas, as pessoas inteligentes centram-se em si mesmos e em quem são, nos seus próprios valores.  Não se trata de defender-se dos outros, mas sim de si mesmo.

Além do mais as pessoas inteligentes tentam descobrir quais são os factores que desencadeiam a atitude de não aceitação dos outros para não os provocar.  Desta maneira é possível prever a situação e suaviza-la, inclusive mudar a reacção.  Os inteligentes sabem que é mais fácil mudar a sua percepção, atitude e comportamento do que pedir a alguém que seja uma pessoa diferente.

Os inteligentes contêm-se e respiram profundamente perante as adversidades.

Em vez de reagir insensatamente perante uma circunstância adversa quando não são aceites, os inteligentes são capazes de parar e respirar profundamente para não se deixarem levar pela ira ou negatividade.  Deste modo os inteligentes evitam que a atitude dos outros lhes faça dano.

Fazer uma pausa e respirar profundamente permite controlar a subida de adrenalina que certas situações provocam, permite estar em melhores condições para manter uma conversa ou ignorá-la.  Respirar profundamente ajuda-te a evitar uma reacção exagerada e a manter  a mente aberta a uma atitude positiva.

Obrigado por ler este artigo e esperamos que o ajude, a melhorar a sua pratica, a manter sua fé e  a sua crença no Reiki.

Namastê VidaLusa T.L.

 

Gostou deste artigo?Partilhe-o com os seus amigos e faça like na nossa pagina!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixar uma resposta