Os cinco princípios do reiki explicados

O Reiki baseia-se em cinco princípios básicos, independentemente da vertente das influencias ou correntes dentro do próprio Reiki. Estes 5 princípios são conhecidos como  Gokai ou Princípios do reiki.

Os cinco princípios do Reiki em Japones

Esta imagem é a versão escrita na linguagem original em Japonês. São ideias que servem como a base de uma doutrina pelos quais o praticante de Reiki rege a sua vida de acordo com a força universal.  Tem como finalidade promover a paz, a harmonia e curar o planeta. Em última análise, deve-se aplicar estes princípios diariamente para que os reikianos possam abrir-se à força universal da vida que reside em nós próprios. Há muitas variações nos sistemas de prática de Reiki. A formulação dos 5 princípios pode variar, mas os seus significados são os mesmos. Os 5 princípios são chaves que ajudam a construir a fundação da prática espiritual do Reiki.

Embora eles pareçam ser bastante simples para que possam ser aplicados, viver a vida pelos 5 princípios, não é assim tão fácil. Isto porque o mundo em que vivemos atualmente não se rege por tais princípios e muitas vezes existem acontecimentos à escala mundial e pessoal que contrariam esses mesmos princípios. No entanto, existem  aqueles que tentam incorporar os cinco princípios diariamente nas suas vidas, e acreditam que quanto mais os praticam, mais harmonia é adicionada às suas vidas. Estes cinco princípios são a base do Reki e dos seus praticantes.

Cada um dos cinco princípios começa com a palavra “Hoje”. Isso acontece porque uma das ideias é que tem de se valorizar o presente e vivê-lo pois ao viver o presente também se  dita o futuro. Além disso, vivendo os princípios do Reiki no presente permite você perdoar-se a si mesmo e àqueles que não o fizeram no momento anterior. Assim também permite ajustar o comportamento, de tal forma que você vai para o próximo momento vivendo esse princípio.

Resultado de imagem para dr usuiAqui estão as palavras originais dos cinco princípios implementados por  Usui (o homem que espalhou Reiki e os cinco princípios por todo o mundo) palavras originais que definem a base dos atuais  cinco princípios.

 

Introdução reiki:

Shoufuku no  Hihoo – (o método secreto para convidar a felicidade)

Manbyo no Rei-yaku  -(a medicina espíritual para todas as doenças)

 

Os cinco principios:

  • Kyo dake wa (apenas hoje)

                                Ikaru na (evite a zanga)

                                Shinpai suna (evite preocupar-se)

                                 Kansha shite (seja grato)

                                 Gyo-o hage me (trabalhe arduamente)

                                 Hito ni shinsetsu ni (seja gentil com todos os seres)

maxresdefault

 

Explicação completa

 

Kyo Dake Wa ( Só por hoje)

O significado do “Aqui e Agora”:

Com isto se quer assinalar a importância do presente. Só Aqui e Agora é que uma pessoa pode ser realmente feliz, amar, descobrir-se a si mesmo, sentir a vida, desenvolver seus talentos e atuar em proveito de todos. Quem coloca sua maior atenção no passado ou no futuro para superar os desafios quotidianos da vida, terá menos êxito e não aprenderá tanto como quem tenha sua consciência no presente. No “Aqui e Agora” se encontra a chave do portal que está fechado e que separa o mundo material o reino do Amor e da Luz. Uma das mensagens fundamentais do caminho místico do Reiki é o seguinte: “Permanece com tua consciência no Aqui e Agora. Somente assim alcançará a Grande Luz! Só assim poderá conduzir sua vida para melhor e de forma espiritualmente mais adequada”

 

Kyo Dake Wa, Ikaru Na (Só por hoje, não sinta raiva)

Este principio se ocupa do poder da agressão, quer dizer, a energia vital que também se encontra no chakra da raiz. Esta frase pode nos dar a chave para uma grandiosa fonte de energia. A raiva é a maneira que a energia agressiva se manifesta quando entra em “curto”, quer dizer, quando se encontra separada de uma ação construtiva. Quem se sente com raiva, deverá explorar rapidamente as causas deste sentimento e aclarar o motivo. Deve refletir de que modo pode transformar esta força em ações e por as mãos à obra! A investigação das causas reais da raiva é revestida de enorme significado para este profundo processo de cura espiritual. Quem sente raiva por outra pessoa, não deveria descansar até ter entendido o que o remeteu aos seus próprios medos e o que o outro está lhe mostrando que é desagradável em si mesmo. O que você teme realmente? Porque o medo está sempre unido à raiva? Que partes, talvez reprimidas e não queridas de sua personalidade ascendeu com mais força a sua consciência através desta vivência?

 

Kyo Dake Wa, Shinpai Suna (Só por hoje, não se preocupe)

Com respeito as preocupações, deve-se preceder de certo modo, de maneira semelhante ao que foi dito em relação à raiva. As preocupações põe em evidência que em geral que uma parte do nosso subconsciente acredita perder o controle sobre coisas essenciais necessárias a sobrevivência, ou para a conservação de recursos importantes. Em outras palavras, nosso subconsciente crê que algo muito perigoso, doloroso ou de algum modo incômodo acontecerá e não sabe o que fazer. Podemos solucionar este problema se sabermos exatamente o que é que tememos. Na maioria das vezes, o motivo do medo se mostra oculto à Luz da consciência e pode ser superado com um pouco de esforço. Este principio tem relação com o poder do medo que na verdade é somente um guardião, mas que algumas pessoas o transformam em amo e senhor de suas vidas. Os medos nos dizem: Pare onde está, não se mexa! O Reiki nos diz: Reconhece a tua força, levanta e siga o seu próprio caminho! Devemos dar um bom exemplo aos demais e ajudá-los a encontrar seu próprio caminho. O trabalho com este principio cura importantes áreas do segundo e terceiro chakras.

 

Kyo Dake Wa, Kansha Shite (Só por hoje seja grato)

A gratidão significa um reconhecimento das bênçãos divinas que obtemos através de tudo o que recebemos, independente do quão grande ou pequeno seja. Nossos merecimentos são pequenos em relação ao enorme esforço que  deve a vida desprender para nos brindar com todo o alimento  que necessitamos. Praticar a gratidão significa nos conectarmos com a rede da vida e sustentados por ela, conseguirmos a força da confiança básica.Se somos agradecidos, reconhecemos a grandeza da Força Criadora e com ela ao mesmo tempo, o Poder da Centelha Divina que habita em nós e nos outros, e que permite que o coração bata e que o espirito e o corpo possam viver. Através da Consciência da presença cuidadosa do Divino que cresce com a gratidão praticada, desaparece o sentimento de estarmos sós e abandonados em nós mesmos vendo a vida como inimiga. A gratidão nos faz ter êxito. Com frequência ignoramos a força da mão criadora porque ficamos presos de forma rígida à ideia de uma determinada forma de felicidade e realização. A gratidão desperta os sentimentos para Ações Divinas. Este principio nos ajuda não cairmos no isolamento. Somente aquele que é consciente da união de todos os viventes pode realmente perceber o Divino.Independente de quem somos, de onde viemos e de como nos sentimos neste momento, façamos um chamado a Graça da Força Criadora, apliquemos o que sabemos e comecemos a melhorar a nossa situação. Aceitemos tudo o que recebemos. Se aceitarmos de coração, compreenderemos que sempre vem a nós o certo e no momento oportuno.

 

Kyo Dake Wa, Gyo-o Hage Me (Só por hoje, faça suas obrigações)

Trabalhar árduo sobre si mesmo ajuda a superar resistências e a conhecer as próprias forças. Sob o ponto de vista real, uma missão espiritual só poderá se solidificar de fato à partir de um trabalho bastante duro. O trabalho no sentido espiritual é fundamentalmente em primeiro lugar, um trabalho consigo mesmo. Somente quem realiza isto de maneira correta e incansável pode comprometer-se cada vez mais com seu Eu Divino. Este trabalho não é nenhum serviço imposto por alguém. É necessário porque de outro modo, os velhos e já aceitou padrões de comportamento de medo, ódio, separação, questionamentos sobre nós mesmos e inconsciência, auto engano e irresponsabilidade, tomam novamente o controle sobre o rumo de nossas vidas e destroem todo o sucesso curativo que alcançaríamos com esforço baseado em amor, atenção, ampliação da consciência e a ação plena de entrega e de sentido. Fazer suas obrigações, significa realizar um sério esforço para percorrer o caminho até Deus: Aqui e Agora, não somente duas horas, duas vezes por semana em um curso de meditação. Somente com a constância é que se pode resolver e harmonizar de forma duradoura, os bloqueios que impedem as pessoas de se ligarem com o Divino. A espiritualidade somente tem sentido quando praticada na vida quotidiana, enriquecendo a vida de todos.Se não nos comprometemos seriamente com nosso trabalho, se não trabalhamos duro connosco mesmos e não ocupamos nosso lugar tão bem como deveríamos, não poderemos encontrar a nós mesmos durante a nossa jornada, nem andar nosso próprio caminho. Seguindo este principio, logo poderemos soltar as rédeas de nossos talentos e desenvolver nossos pontos fortes e todos também aproveitarão algo disto.

 

Kyo Dake Wa, Hito Ni Shinsetsu Ni (Seja gentil com todos)

O desafio de praticar o Amor espiritual e ser afetuoso com todos é talvez o mais difícil de todos os desafios. Porque? Porque o Amor autêntico, espiritual, deseja o melhor para todos e não somente uma adaptação simpática superficial de conduta. Ser afetuoso com todos pode significar um sorriso ou um abraço no momento adequado, uma palavra de alento ou uma ação realizada com a cabeça e o coração. Da mesma maneira, o amor pode ser também a consequência, a claridade e a força com que alguém segura uma pessoa que quer correr às cegas para a ruína até que esteja novamente em equilíbrio e possa tomar com calma, uma autêntica decisão para prosseguir seu caminho. Este principio de vida nos leva a reconhecer e honrar o divino em todos. Se aprendermos a perceber em todos a Força Criadora e a despertar sua obra, não estaremos adormecidos para perceber o momento de nos reconhecermos em outros espelhos, isto é, naquele que acende em nós a chama da vida. Em última instância, estamos todos juntos, sentados no mesmo barco. Devemos compreender esta expressão cada vez melhor e mais profundamente.

Obrigado por ler este artigo e esperamos que o ajude, a melhorar a sua pratica, a manter sua fé e  a sua crença no Reiki. Namastê VidaLusa T.L.

Gostou deste artigo?Partilhe-o com os seus amigos e faça like na nossa pagina!
  • 2.6K
  • 6
  •  
  • 1
  •  
  •  
  •  
    2.6K
    Shares

Deixar uma resposta