Positividade – O segredo para ser feliz

Positividade – O segredo para ser feliz

Positividade - O segredo para ser feliz
Positividade – O segredo para ser feliz

Ser feliz nos dias que correm, vai muito mais além do que ter bons relacionamentos amorosos e familiares. As componentes laboral e financeira cada vez mais contribuem para a realização do ser humano. Esse é o resultado de milhares de anos de evolução.

Por esta razão necessitamos de ter alguma estabilidade financeira e sucesso profissional para sermos “socialmente felizes”.    Por outro a nível emocional e afectivo é bastante importante termos relacionamentos amorosos prazerosos, um bom relacionamento com a restante familia, e termos verdadeiros amigos.

 

Como ser positivo?

É naturalmente difícil ser-se positivo, pois o ser humano tem tendência em qualquer que seja a situação a focar-se, a falar e pensar naquilo que o faz sofrer. Por exemplo se tiver um problema no trabalho, a sua tendência natural é pensar acerca daquela ou outra má atitude do seu chefe ou colega de trabalho, nas más condições ou outras coisas que o incomodam, na família é igual, nas amizades também. Por isso ser positivo requer muita disciplina e treino mental.

Por isso pense na situação como se fosse uma balança de dois pratos. Pense nos aspectos positivos como tendo dez vezes mais peso que os negativos, e quando tiver a sua mente a fugir para os aspectos negativos, tente pensar num positivo. Com este exercício vai fazer pender a balança para a positividade. Esta ginástica mental quando bem aplicada, vai trazer-lhe bastantes vantagens para a sua vida, como iremos comprovar mais adiante.

 

Como funciona a negatividade?

Sermos dominados na nossa vida pela negatividade, vai tornarno-nos mais tristes e mais propensos a atrair coisas negativas. Porque ficamos mais tensos, menos pacientes, mais ansiosos, deixamos de raciocinar com calma e ponderação, as más emoções tomam conta da nossa vida.

Negativiadade

Tome isto como exemplo, imagine que tem um problema no trabalho e como forma de desabafo perante os seus amigos conhecidos e família, desabafa e foca-se somente nos acontecimentos negativos. Verbaliza para todos e ao mesmo tempo interioriza que o seu trabalho é uma desgraça, um verdadeiro inferno. No entanto esqueceu-se de pensar e falar nos aspectos positivos.

Quem o ouviu ou soube da sua situação ao tentar ajudar vai pensar que qualquer solução que possa arranjar para si, vai ser melhor do que a você tem. No entanto isso não é verdade. Pode até dar-se o caso de alguém tentar arranjar um novo trabalho para si, que na realidade é pior do que tem actualmente, fruto do quadro negro que você propria(o) pintou. Você ao aceitar pode ficar muito pior, perdendo o emprego actual que no fim de contas era melhor do que o novo. Pode inclusive ficar com uma má ideia do seu amigo. No entanto tudo isso foi culpa da sua negatividade.

Quando somos negativos temos a noção que nada evolui ou não existem possibilidades de novas oportunidades. Pode muito bem fazer uma analogia deste exemplo para a nossa vertente emocional nas relações familiares e amorosas. Certamente vai chegar á mesma conclusão.

 

Como funciona a positividade?

 

A positividade é algo maravilhoso!

Para além de nos tornar mais sorridentes e pacientes, vai funcionar como um filtro, que só vai deixar entrar coisas boas na nossa vida. Proporcionando uma evolução a todos os níveis. Vai contribuir para que seja muito mais feliz. Nada melhor do que exemplificar para que possamos entender.

– Nas amizades veja este exemplo:

Imagine que você junto dos seus amigos fala genericamente aspectos positivos da sua vida, em como você se sente feliz realizado e agradecido com a vida que leva. Repare na reacção desse seu amigo, se este ficar genuinamente feliz por si, é porque é um verdadeiro amigo. Se por outro lado denotar alguma inveja ou indifrença pondere em afastar esse falso amigo da sua vida.

– Durante as relações amorosas veja este exemplo:

Imagine que junto do(a) seu(ua) parceiro(a) em vez de lhe apontar defeitos e de discutir. Você elogia as suas virtudes e no decorrer duma conversa formal você explica a forma como este(a) o(a) desagrada. Você facilmente poderá aperceber-se se ele(a) tem ou não vontade em mudar por si. A positividade aqui vai dar-lhe informação preciosa para melhor direccionar a sua relação.

– Quando não tem nenhuma relação amorosa veja estes exemplos:

Imagine que está com uma pessoa que lhe desperta algum interesse. Imagine que você fala dos aspectos positivos da sua vida de descomprometida(o), da forma como se sente feliz, das coisas que tem feito,  embora procure alguém.  Essa pessoa caso tenha algum interesse em si, certamente vai pensar que para a fazer mais feliz do que já é, vai ter que alinhar nessa sua forma positiva de viver, e oferecer-lhe algo mais do que já possui. Que melhor pensamento para iniciar uma relação poderia ter por parte de um futuro namorado?   Agora imagine que não tem ninguém e fala dos aspectos negativos de estar só e de quanto infeliz é. Vai despertar sentimentos de pena e ao mesmo tempo de superioridade. Vai colocar muito baixa a fasquia para qualquer futuro namorado a(o) fazer feliz . Tenha cuidado!

– No trabalho veja este exemplo:

Imagine que fala dos aspectos positivos dos seus colegas de trabalho, dos seus bons horários, do seu vencimento justo, dando pouca importância aos aspectos negativos. Quem o ouvir e se tiver interessado a fazer-lhe uma proposta de trabalho vai ter que lhe oferecer algo mais do que você já tem.

Para finalizar pense bem nestes exemplos, e veja como pode trazer a positividade para a sua vida. Quando o fizer, embora seja um processo lento, vai gradualmente obter excelentes resultados. Vai poder dizer que a positividade o(a) ajudou a ter mais sucesso a todos os níveis da sua vida e a ser feliz.

Autor: VidaLusa – Toni Lopes

Namastê

Gostou deste artigo?Partilhe-o com os seus amigos e faça like na nossa pagina!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta