Raku Kei o método fogo do dragão

O Raku Kei é um sistema de Reiki, que teve origem no antigo Tibete, mais especificamente na comunidade Lama. Este sistema Raku Kei – O Método do Fogo do Dragão ficou esquecido durante muitos séculos, foi relembrado por Mikao Usui em textos escritos em língua sânscrita (língua do hinduísmo).

Raku Kei o fogo do dragão
Raku Kei: O Método do Fogo do Dragão

Na sua essência utiliza técnicas xamânicas, utilizando os 5 elementos sagrados: Fogo, Terra, Ar, Água e Éter.

Houve muitas tentativas feitas por mestres Reiki para entender a essência da compreensão e canalização da força da energia vital universal Reiki. O Raku Kei é uma força sagrada de energia que liga um ser, a forças da 5ª dimensão, também pode ser denominado de “Raio instantâneo”.  Cada um dos 5 elementos sagrados pode ser usado para gerar energia, levando a um aumento da energia elementar, pois estes elementos criam constantemente bloqueios no nosso mundo manifesto.

 

Fluxos de energia no Raku Kei

Raku é o fluxo vertical de energia dentro do corpo e Kei é a energia que flui de forma horizontal. Ambos cruzam-se no centro do plexo solar, chamado de ‘Hara’. As palavras Rei – Ki originaram-se das palavras Raku-Kei. As duas cruzam no centro na Hara e no centro do Plexo-Solar. É este ponto que era cortado durante o ritual Samurai “Hara Kiri“. Deste modo o Samurai cortava o centro de seu ser, pela implementação dos três cortes sagrados em forma de triângulo (o símbolo da manifestação). A cruz formada pelas energias  Raku  e Kei  é a cruz que representa os quatro pontos cardeais e os quatro elementos. Esta forma pagã foi usada pelos cristãos logo após a morte de Cristo e no quarto dia de travessia, foi feita com reverência por ser um ato de edificação espiritual dos Cristãos.

 

Desenvolvimento pessoal com Raku Kei

O Raku Kei é benéfico para o auto-aperfeiçoamento e desenvolvimento pessoal. Os tibetanos usaram a caligrafia para obter a manifestação das energias de cura. Todos os símbolos, quando desenhados produzem ondas de baixa frequência que podem ser detetadas pelo o corpo humano. Esta caligrafia dos símbolos, era pintada, reproduzida e afixada nas paredes dos mosteiros onde os monges meditavam. Assim adicionavam um foco através das palavras do mantra que ressonavam com o símbolo. Esta forma de energia é aberta a todos e ajuda a manter uma melhor circulação da energia e a melhorar o padrão de respiração.

 

Características Principais do Raku Kei:

  • É uma técnica de Reiki avançada pois é necessário possuir alguma formação anterior de Reiki, antes de se iniciar no Raku Kei.
  • A iniciação no Raku Kei requer o conhecimento e compreensão da história do Raku Kei, os seus segredos, técnicas de respiração, símbolos e símbolos mestres, mudras,  meditação, sistema aurico, equilíbrio dos chakras e prática do Raku Kei.
  • O Raku Kei implica o aperfeiçoamento de técnicas de respiração.
  • O Raku Kei exige conhecimentos sobre:
  1. Os sete chakras principais;
  2.  As sete cores do arco-íris ;
  3.  Dos símbolos e sete notas da escala musical (para uso nos mantras).

Ao se iniciar no Raku Kei vai potenciar as suas capacidades de cura e desenvolvimento pessoal. 

Obrigado por ler este artigo e esperamos que o ajude, a melhorar a sua pratica, a manter sua fé e  a sua crença no Reiki. Namastê VidaLusa – T.L.& S.N.

 

Gostou deste artigo?Partilhe-o com os seus amigos e faça like na nossa pagina!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta