Como desenvolver adequadamente as minhas habilidades?

Muito se tem falado já sobre as habilidades. No entanto, será que temos realmente claro na nossa mente o que são? Uma possível definição seria que são as capacidades que uma pessoa tem para alcançar um determinado objetivo.

As habilidades podem ser tanto no âmbito psicológico como no físico ou corporal. Podemos falar de competências muito condicionadas pela genética e de outras que tem semeado e cultivado o próprio ambiente.

Assim, podemos dizer que há pessoas que nascem especialmente dotados para exercer um trabalho em determinados campos e também pessoas que conseguem essa dotação, graças a uma grande formação e prática deliberada.¿Cómo puedo desarrollar adecuadamente mis aptitudes? La Mente es Maravillosa

Existem habilidades inatas e habilidades aprendidas

Todas as pessoas possuímos aptidões inatas. Já desde pequenos, há pessoas que têm uma constituição física ideal para alguns desportos, ou habilidades manuais, artísticas, sociais, intelectuais, etc.

Hombre frente a una puerta con forma de bombilla

Se não se desenvolvem o suficiente, é difícil que essa facilidade condicione a vida da pessoa. Assim, por exemplo, encontramos pessoas com uma dotação natural para uma determinada atividade e que, no entanto, nunca foram levadas dedicar-se a ela ou a desenvolver em profundidade. É, então, quando temos a sensação de que estamos diante de um talento que de alguma forma se está a perder.

Outras vezes, as habilidades iniciais se vêem prejudicadas por diversos fatores vitais. Esses fatores podem ser, por exemplo, traumas, deficiências físicas ou psíquicas, ou simplesmente a idade. Como vemos, as habilidades podem sofrer deterioração.

O desenvolvimento de competências individuais

Na prática, o desenvolvimento das diferentes habilidades individuais vê-se condicionado por circunstâncias que agem dentro de três linhas fundamentais. Essas linhas são as seguintes: proporcionalidade com as tendências, constância e polarização.

As habilidades vêm a ser instrumentos de tendências, já que, em última análise, representam a maior ou menor capacidade para atingir um objetivo específico. Referimo-nos às tendências para aquilo que queremos alcançar.

Quando o objetivo das tendências está ajustado às nossas atitudes é muito provável que o consigamos. Neste caso, dizemos que agimos com realismo, estabelecendo metas que com esforço podemos alcançar. Ao mesmo tempo, no caminho para a meta marcada desenvolver todo esse potencial, relacionado com a nossa responsabilidade no prosseguimento do feito.

Tudo isso faz com que nos disposamos a tentar alcançar objetivos progressivamente superiores, já que, paulatinamente, vamos estar realmente capacitados para obtê-los. Deste modo, é importante definir objectivos concretos a curto prazo e que estejam em proporção com o nosso potencial.

Mujer motivada

Pelo contrário, se os objetivos não guardam proporção com nossas habilidades, o risco de fracasso , dispara. Neste ponto, é provável que nos sintamos frustrados e com desejo de abandonar. Por outro lado, se os objectivos são muito simples, desenvolveremos menos nossas habilidades. Alcançaremos, pois, um nível inferior ao que nos corresponde.

Por isso, é importante conhecer as nossas habilidades.

A constância é fundamental para o desenvolvimento de nossas habilidades

A prova também é um fator importante. Os objectivos a longo prazo estão sempre repletos de escândalos, de grandes avanços e retrocessos. Momentos de muita fé e de outros muita desesperança  que apenas parece manter-nos na inércia.

Uma maneira de aumentar a constância, de sustentar esta inércia, é lembrar-se das razões por que nós levamos a cabo o que desejamos. Isso é importante para que os obstáculos não excedam a nossa motivação.

Lembre-se da necessidade que se estabelece em um dado momento de polarização nossos esforços em um sentido determinado. É melhor do que as nossas atitudes sejam orientadas para objectivos que se encontrem dentro de campos específicos; geralmente estes campos correspondem ao âmbito laboral ou profissional.

Creatividad: ¿nace o se hace?

A dispersão de objetivos é um obstáculo para realizá-los. Nosso tempo é limitado e não nos resta mais remédio que tomar uma decisão e escolher as habilidades que queremos desenvolver em detrimento de outras. Muitas vezes, o leque de opções só acaba bloqueando a pessoa, que se perde entre o que quiser, o que é melhor para ela, o que os outros querem e o que os outros pensam que é melhor para ela.

Não falamos de uma especialização exagerada. Mais de uma direção inteligente de esforços para um determinado campo para aprofundar nele. Aprofundar em vários, com a quantidade de conhecimento que se produz a cada dia, é uma tarefa quase impossível, por maior que seja o nosso espírito humanístico.

Como vimos, o desenvolvimento de competências depende da proporcionalidade com as tendências, da constância e da polarização. Se tivermos em conta estes fatores, poderemos desenvolver nossas habilidades de forma inteligente e desenvolver nosso potencial.

Gostou deste artigo? A melhor forma de nos agradecer é partilhando nas redes sociais e fazendo like nas nossas paginas do Facebook!
  • 206
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    206
    Shares

Deixe uma resposta